Novo streaming HBO Max chegará primeiro à América Latina

Após EUA, novo streaming da HBO que traz séries originais, filmes da Warner e séries como Friends e Big Bang Theory vai chegar primeiro à América Latina

A América Latina será uma prioridade para a HBO. Depois de lançar o seu novo streaming HBO Max nos Estados Unidos em 27 de maio (streaming que vai substituir o HBO Go e o HBO Now), a América Latina será o primeiro mercado internacional a receber a novidade.

Diferente da Disney+, que priorizou o Canadá e a Europa depois de chegar aos EUA, a HBO anunciou que o novo streaming chega à América Latina, provavelmente em 2021, antes mesmo de estrear na Europa. A Disney+ chega ao Brasil no final de 2020.

O catálogo da HBO Max é poderoso. Além do conteúdo original com séries que acumulam dezenas de prêmios e indicações, como Westworld, Big Little Lies, Game of Thrones, The Sopranos, The Wire, Sex and The City, Chernobyl, Veep e Curb Your Enthusiasm, o novo streaming traz o catálogo da WarnerMedia, como Friends, The Big Bang Theory e Rick and Morty, produções cinematográficas da Warner Bros. dos últimos cem anos e conteúdo de produtoras e canais sob o guarda-chuva da Warner, como DC, TNT, New Line, CNN, TBS, Cartoon Network e Adult Swim.

Aliás, a reunião do elenco de Friends em um especial inédito, após 25 anos da estreia da comédia de maior sucesso da TV, seria o carro-chefe da estreia da HBO Max nos EUA. Era a estratégia para divulgar que Friends iria sair da Netflix e ir para a HBO Max e, assim, atrair assinantes. A pandemia do novo coronavírus e a quarentena frustraram os planos e o especial ainda está para ser gravado.

 

O executivo Johannes Larcher será o responsável pela expansão internacional da HBO Max e vai se reportar a Gerhard Zeiler, presidente da WarnerMedia International Networks. Ainda não está claro qual país será o primeiro a receber o serviço na América Latina, mas o Brasil apresenta grande potencial, já que o streaming no País, tendo apenas Netflix, Apple TV+ e Amazon Prime Video como grandes serviços internacionais, sem ter Hulu ou Disney+, já superou a audiência da TV paga e é a segunda audiência geral da TV brasileira, só atrás da Rede Globo.

A investidores, a WarnerMedia garantiu que terá entre 75 e 80 milhões de assinantes até 2025. A Netflix, atualmente, conta com 182 milhões de assinantes, enquanto Disney+ tem 50 milhões e Amazon Prime Video tem 150 milhões.

Enjoyed this article? Stay informed by joining our newsletter!

Comments

You must be logged in to post a comment.